abundância, Ciclos, crise, economia, empresa, escassez, ferramentas, prosperidade, sistemas,

Ciclos financeiros

Vemos com frequência os economistas falarem sobre ciclos econômicos, buscando cada um, à sua maneira, causas e explicações para o fenômeno.

Para muitos economistas, o curso normal da economia parece evidenciar uma sucessão de expansões e contrações, como ondas sucessivas, em que há alternância entre prosperidade e depressão, isto é, ciclos de crise e ciclos de abundância.

Sem entrarmos no mérito da qualidade das diversas teorias e explicações para tais eventos, o fato é que uma lição pode ser extraída de toda essa enxurrada de estudos que está aí: a prudência e a responsabilidade para com os seus investimentos e gastos é a melhor arma para enfrentar as inconstâncias e infidelidades dessa fera indomada chamada economia.

Os ciclos são necessários e importantes, pois, a história é de altos e baixos.
Se a história fosse linear, não conseguiríamos nem mesmo mensurar nossas perdas e ganhos.
Além dos ciclos há também os sistemas econômicos como o capitalismo, o socialismo e outros vários ciclos econômicos, mas não serei técnico aqui pois não é o intuito desse artigo.



A alternância desses ciclos parecem a respiração de um ser vivo, e é realmente.
E a pergunta mais importante é: Qual ciclo nós devemos mais temer?
Muitos iriam pelo óbvio do ciclo da crise, mas discordo e explico: todo ciclo seja ele de crise ou de abundância há oscilações que são imponderáveis, podemos, sim, prever muitas delas, mas, essas previsões devem ser em sua maioria um pouco falhas, porém não tão falhas quanto os que já não estão veementemente preparados.

A resposta para isso é que não existe segurança econômica de fato, o que existe são maneiras de você precaver de determinadas oscilações bruscas.
Mas voltando ao problema dos ciclos, seja ele de crise e abundância, não é por que a economia está crescendo que você pode conseguir alavancar a sua empresa.

Você tem que na verdade, saber como crescer, tanto nos ciclos da abundância, quanto nos ciclos da escassez.

Todos os governos caem e levantam, todas as economias e sistemas econômicos do mundo oscilam, mas você não precisa oscilar tanto se estiver preparado, organizado e sabendo onde e o que fazer com determinada mudança repentina de cenário econômico.

Saiba politicamente o que está ocorrendo em seu País, Estado e Município.

Leia e fique informado sobre as mudanças das economias internacionais, isso sim vai afetar a sua empresa, direta e indiretamente.
Tomando essas precauções, e munido de ferramentas que o ajudem a alavancar esse crescimento não há crises que vão impedi-lo de continuar.

Os ciclos vão e vem, são uma constante.
Eles não fazem a sua empresa vulnerável, se ela sofrer por isso, alguma coisa anterior já estava acontecendo.

Nunca esteja pronto, pois nunca podemos ser uma obra terminada, esteja preparado.
Estar preparado e antecipar os problemas oriundos das oscilações imponderáveis.



Informe-se de todas os meios possíveis sobre os dados que influenciam a sua empresa direta e indiretamente.
Usando a frase clichê, nessas horas, informação realmente é poder.

2062