dicas, Dicas empreender, Dúvida, empreendedor, empreender, empreendimento, empresa, estratégia, ferramentas, financeiro, Modelo, modelo de negócios, Monitoramento, negócio, negócios, operacional, perfil, próprio, sucesso,

Dúvida Cruel: Abrir ou não um negócio próprio?
A dúvida não envolve apenas o medo de tudo o que pode ocorrer ao longo do processo, mas principalmente os temores sobre o que fazer para que tudo dê certo. Afinal, nem sempre quando se pensa em abrir algo próprio a pessoa tem todo o conhecimento necessário para seguir adiante e crescer fazendo a diferença, lucrando.

Empreender é coisa séria e exige, além da força de vontade, uma capacidade imensa de analisar a situação de maneira racional, deixando às vezes, interesses pessoais de lado para que a empresa possa crescer.
Talvez nos últimos tempos, o empreendedorismo tenha sido visto por muitos como algo extremamente fácil, que qualquer um possa fazer.
Mas sabemos que não é bem assim, pois abrir um negócio pode até ser fácil, no entanto, mantê-lo de maneira próspera e ser significativo para a vida das pessoas é o que separa realmente o “joio” do “trigo”.

Dicas para empreendedor de primeira viagem

Analise seu perfil

É preciso decidir qual negócio você quer empreender.
É preciso identificar qual o seu perfil como empreendedor, e qual empreendimento irá satisfazer suas necessidades pessoais e profissionais.
Considere se você está disposto a correr riscos, investindo em uma iniciativa própria.
Analise se o conceito do negócio se encaixe no seu estilo, assim, você humaniza seu negócio, trabalhando com algo que reflete seus valores.

Elabore um bom modelo de negócios

Antes de começar o seu próprio negócio é preciso ter clareza do formato de negócios que deseja.
Não se deve iniciar nada sem elaborar um modelo de negócios consistente e bem definido.
Você pode encontrar muitos desses modelos de graça na internet, como o “Modelo Canvas” ou o “Modelo Porter” e “Drucker”, que respondem basicamente a quatro questões básicas:
Em que negócio você está?
O que você realmente vende?
Qual é o seu público-alvo?
Qual é o seu diferencial frente aos concorrentes?



O imprescindível controle financeiro

Fluxo de caixa positivo é um bom sinal, mas não é sinônimo de lucro, portanto, seja “mão de ferro” no controle financeiro.
Você só saberá se vai ter lucro quando o balancete estiver fechado, então, não se empolgue até que o negócio esteja consolidado.

Equilíbrio entre operacional x estratégico

Comece pequeno, pense grande e cresça rápido, mas lembre-se de dedicar tempo para pensar no negócio sempre que puder.
Quanto mais estratégico, menos operacional; quanto mais operacional, menos estratégico.
Ficar atolada o dia todo com afazeres operacionais podem te impedir de crescer e de focar somente no estratégico.
Se você não tem quem cuide da parte operacional ou ferramentas que possam auxiliar no operacional, também pode ser um desastre.

Pratique o desapego com sua ideia de negócio

Uma qualidade essencial para o empreendedor iniciante é, desde cedo, praticar o desapego em relação à sua ideia de negócio.
Abrir uma empresa não é, necessariamente, oferecer o que você gosta de consumir.
Toque seu negócio com paixão, mas esteja sempre disposto a mudá-lo, às vezes até o ponto de ele não ter relação com o que era no início.

Dedique-se de corpo e alma ao negócio

Busque conhecimento em todos os lugares.
Quanto mais você entender do seu negócio, menos surpresas ruins terá.
Dominar um negócio por completo leva tempo, a curva de aprendizado é longa, portanto, trate-o como se fosse a coisa mais importante da sua vida.
O seu negócio afetará bastante você, e justamente por isso é preciso estar preparado.

Cada coisa em seu devido lugar

Não misture as coisas, nem dinheiro nem relacionamentos.
Ambientes diferentes exigem competências diferentes.
Ser pai é uma coisa, ser dono de um negócio é outra, assim como ser mãe é uma coisa, ser dona de um negócio é outra.
Se você quiser tratar os empregados como filhos e os filhos como empregados, jamais conseguirá construir um negócio de sucesso.

Adote um comportamento empreendedor

É impossível ser empreendedora apenas falando de negócios.
Mas lidere pelo exemplo, decida rápido, defina o seu próprio estilo, estimule a colaboração e, principalmente, seja uma ótimo ouvinte.
Você não precisa implantar tudo o que lhe dizem, mas pode obter ótimas ideias a partir da opinião de outras pessoas.



Monitoramento diário

Você deve diariamente ter uma ampla visão do financeiro da empresa.
A única maneira de saber se você está indo bem é monitorar os resultados do seu negócio e tomar medidas efetivas para corrigir desvios quando necessário.

1453