bens, costumes, emprego, felicidade, felizes, hábitos, infelicidade, Motivos, negativas, pessoas,

Muitas vezes teimamos com nós mesmos e achamos que só seremos completamente felizes se estivermos em um bom emprego, do tipo que nos proporcione um bom salário para conquistarmos aqueles bens materiais que tanto almejamos ou, ainda, um amor que nos complete por inteiro e supra todas nossas expectativas.

A verdade é que, na vida, nem tudo são flores, diariamente enfrentamos nossos percalços, o que pode nos deixar desanimados.
Mas, saber driblar sua rotina é importante para ser feliz todos os dias.

Motivos pelos quais você NÃO é tão feliz quanto deveria

A felicidade ou você cria, ou não.

Pessoas muito felizes têm hábitos que mantém a sua felicidade, todos os dias.



Adotar hábitos permanentes é algo difícil, mas se desfazer de costumes que não o fazem bem é muito mais fácil.

Há inúmeros hábitos que nos levam à infelicidade.
Erradicar esses costumes podem melhorar sua felicidade rapidamente.

Saiba quais as coisas que você precisa parar de fazer para ser mais feliz:

Sair com pessoas negativas

Pessoas que reclamam muito e que são negativas são más companhias porque elas se apoiam em seus problemas e falham em buscar soluções.
Eles querem pessoas que se juntem à sua causa para que assim eles se sintam melhores sobre sua situação e sobre si mesmas.
Muitas vezes nós nos forçamos a ouvir essas pessoas para não parecer rude ou mal educados, mas há uma linha tênue entre ser simpático e deixar a negatividade emocional deles o envolver. Portanto, saiba impor limites e se distanciar, quando necessário.
Um bom meio de impor limites é perguntando como eles pretendem resolver seus problemas.
Suas reclamações vão se acalmar e isso pode direcionar a conversa à um pensamento mais interessante.

Cerque-se de pessoas que o inspirem e que façam com que você se sinta melhor.
A vida é muito curta para se relacionar com pessoas que o coloquem para baixo, que são ansiosas e que não o inspirem. Corte esses laços e você provavelmente se sentirá melhor.

Comparar sua vida com o que é mostrado nas redes sociais

O Happiness Research Institute conduziu o Facebook Experiment e descobriu como os nossos hábitos nas redes sociais afetam nossa felicidade.
Metade dos participantes do estudo continuaram a usar o Facebook como eles faziam normalmente, enquanto a outra metade não acessou a rede social durante uma semana.



Os resultantes foram surpreendentes. No final da semana, os participantes ativos na rede mostraram graus menores de satisfação com suas vidas e se sentiram mais tristes e solitários em comparação aos outros.
Os pesquisadores também concluíram que as pessoas no Facebook eram 55% mais propensas a se sentirem estressadas.

O que se deve lembrar sobre as redes sociais em geral é que elas raramente representam a realidade. As redes sociais representam uma visão melhorada da vida das pessoas.
Não é para você desistir delas, mas não se deixe enganar pelo que ela mostra como realidade.
Coisas maravilhosas acontecem ao seu redor todos os dias, você só precisa saber onde procurar.

Não abrir os olhos para o mundo

Muitas coisas boas acontecem ao seu redor diariamente, só é preciso observar isso.
A tecnologia nos deixou muito expostos e fez com o mundo ficasse bem menor.
Às vezes, saber demonstrar admiração nesse meio que está constantemente inflando nossos egos é algo essencial para a felicidade.
Temos, portanto, que sempre lembrar que não somos o centro do universo.
Não se assuste quando você encontrar algo novo ou algum desafio, isso não o fará feliz e não trará boas energias para a sua vida.

Se isolar

Se isolar de contatos sociais é algo comum e pode ser responsável pelo sentimento de infelicidade.
Pesquisas apontam que esse isolamento é a pior que você pode fazer.
Este é um grande problema, porque socializar é importante para o seu humor mesmo quando você não está querendo conversar.
Todos nós temos aquele dia em que queremos nos esconder e não falar com ninguém, mas se esse momento se torna algo frequente, isso vai acabar destruindo o seu humor.
Reconheça quando a felicidade está o tornando alguém antissocial, você precisa se forçar para sair e se misturar com outras pessoas.
Você sentirá uma boa diferença.

Negligenciar o estabelecimento de metas

Ter metas dá a esperança e a habilidade de olhar para o futuro e fazê-lo melhor e trabalhar para fazer isso faz com que você se sinta bem consigo mesmo e com suas habilidades.
É importante ter um alvo que seja desafiador e dirigido pelos seus valores pessoais.
Sem metas, em vez de aprender e melhorar, você fica estagnado se perguntando porque as coisas nunca melhoram.

Se entregar ao medo

O medo não passa de um sentimento insistente que é alimentado pela imaginação.
Pessoas felizes sabem melhor do que todos que o medo é persistente.
Então eles, tiram esse sentimento de suas cabeças.
E eles são viciados nos sentimentos eufóricos de quando eles vencem seus medos.

No final, você vai se arrepender das chances que você teve e não aproveitou.
Portanto, não tenha medo de assumir os riscos.
A pior coisa que pode acontecer é você se permitir morrer por dentro enquanto ainda estiver vivo.

PARTE II: Elimine esses hábitos e seja mais feliz – II

1885